Thursday, July 24, 2014

geografia 3 - acho que achei uma epígrafe pro meu TCC

(vale ressaltar que toda vez que tenho que usar a palavra epígrafe, nunca lembro que epígrafe se chama epígrafe e tenho que googlar seeeempre a mesma frase "citação usada para abrir um livro". anta).


aí vai:

Tais figuras, no entanto,  com frequência apenas exibem conceitos, são mediações simbólicas, meios hieroglíficos de comunicação, que pouco a pouco ocupam o lugar dos fenômenos e da natureza e, em vez de proporcionar um conhecimento verdadeiro, criam obstáculos para ele. Mas as ilustrações tampouco podem ser dispensadas; procuramos, no entanto, organizá-las de forma que possam ser seguramente empregadas para uso didático e polêmico, e também como parte do aparato necessário".


trecho do prefácio de "doutrina das cores", de goethe, 1810.



geografia 3 - negativos que achei na rua em recife
geografia 3 - o primeiro dummy (scan da capa e 4 páginas do primeiro capítulo)
geografia 3 - o primeiro dummy
geografia 3 - carta para joel e elizabeth bishop
geografia 3 - com joel datz
geografia 3 - lepsius e outros viajantes
geografia 3 - (meu TCC)

Monday, July 21, 2014

anistia já

Advogada e ativista de Direitos Humanos, Eloísa Samy, encontra-se neste momento no Consulado Geral do Uruguai no Rio de Janeiro onde solicita asilo político para defender-se em liberdade das acusações que lhe são feitas pelo Ministério Público. Estamos nas imediações, onde dez motos da Polícia Militar e algumas viaturas já cercam a área. Solicitamos o suporte dos ativistas e defensores dos direitos humanos e organizações do movimento social para garantir a legalidade atropelada num processo politicamente orquestrado contra o ativismo no Rio.


(via resiste estelita)




 



Friday, July 18, 2014

resenha de "polaróides" em jornal de minas

a elemara duarte, do jornal hoje em dia, de belo horizonte, escreveu uma mini-resenha sobre polaróides - e negativos das mesmas imagens. quando li a manchete tomei um susto, achei que o livro e blog chatos a quem ela se refere no título do artigo fossem os meus, mas são de outros autores. para polaróides ela reserva a descrição de "pérola germano-brasileira" e eu achei digno.

a matéria saiu dia 25 de maio. na época não quis publicar nada falando a respeito porque apenas 4 dias antes tinha explodido a bomba no cais josé estelita e início das demolições e consequente ocupação, e minha digital tava toda voltada pra isso.  #ocupeestelita  #resisteestelita

mas agora aí vai:


como não achei a versão online da matéria, aqui vai um zoom para quem quiser lê-la:







Thursday, July 17, 2014

rioja 2007

o negócio é que perdi a graça o rebolado o humor não tenho saco acho uó quando me lembro que sou uma mulher além de um relacionamento me espanto me lembro meu deus que riqueza quero ir pra sarajevo doar sangue morar no sertão depois a vida chama volto pro namorinho pro apartamentinho a contar meu dinheirinho a fazer concessõezinhas pagando esse precinho que se paga pois ninguém muito menos eu quem diria tem cojones para ficar sozinho.





álcool

álcool
birita
cana
cachaça

drink
drinque
coquetel
cocktail
coqueté




una polla

com nenhuma vergonha sempre sentei na grama
com ricardo
dando nota aos boys que passam
nunca me preocupei com a filologia
dos que ficam
atrás e escutam nunca pensei que
talvez alguém entenda
ontem eu
me fiz de desentendida de alemã como se nada
entendera enquanto
dois espanhóis
um e uma
conversavam e ela contava a ele
da foda da noite anterior
com sotaque de barcelona como mi amiga
silvi
ela dizia como ele o boy
a atacara quando ela saía do banheiro
da festinha
e como a polla dele era
enorme
eu segui fingindo que estava
concentradíssima no meu livro
poderia ganhar o oscar porra de livro eu queria era ouvir
todos os detalhes sobre a fisiologia
do pau do boy que a espanhola chupara no dia
anterior e contava ao amigo achando que ninguém entendia
eu entendia tudo
e me perguntei quantas vezes eu
fui pega no flagrante
fazendo confissões a ricardo na grama
sem saber haver testemunhas.