Tuesday, May 19, 2009

oi, leitorinhas

fiz como recomendou aquele russo da sexta temporada de sex and the city.

não saí da cama o finde todo, e olhei o pôr-do-sol de lá mesmo, sem mexer um músculo.

§

qual é o limite entre cuidar da própria vida e cuidar da própria vida sendo egoísta? pergunto isso porque tenho um monte de NÓ CEGO pra desatar e não posso estar desatando o nó da vida dos outros.

mas como faço isso sem ser uó?

eu tô triste hoje. falei.

7 comments:

Gera said...

oculos escuros batom vermelho e uma passada na fnac / faco mto (sem batom tá)

ira - tudotrabalhadonoacerto said...

desatar nó é sempre um babado... mas vc vai saber qdo tiver no limite do nó alheio.

Camila said...

Ah sabe, eu acho que é quase impossível desatar seus nós sem mexer nos alheios. ou você os afrouxa, ou os aperta.. hahaha..

Mas a duras penas tenho aprendido que o principal é só se preocupar com o seu. Sabe aquela frase de avó: Se você não olhar por você, quem vai olhar??
O ser humano é egoísta por natureza.

beijooos.

Paula said...

Noooooooooooossa.
Eu tô passando pela mesma situação ultimamente. Aconteceram umas coisas tristinhas na minha vida, mas não tive nem como reclamar, pq aconteceram coisas tão piores na vida das pessoas ao meu redor!
Da nossa vida e da dimensão dos nossos problemas a gente é quem sabe.
Mais do que se sentir egoísta, é se sentir culpada por estar mal. Isso significa que somos pessoas ótimas, mas significa também que a gente se deixa de lado.

Espero que a gente melhore!
beijos :)

obs.: ia escrever anônimo, mas desisti! by the way, eu amoooooo seu blog e tô morrendo de saudade da Dra. Vodca! hahaha

vodca barata said...

meninas (e menino!), óbrégada pelas fofurinhas. eu amo nossa congregação feminina! hahaha

e paula, queryda, sempre assine, é muito mais legal poder conversar sabendo que é a pessoa! :*

Dani Mansur said...

acho q é importante desatar os próprios nós antes.
Mas não abandone os "necessitados" de ti...vai dando um help de leve pelo menos no afrouxamento das cordas!

vodca barata said...

sim, dani, minha amiga carol disse mais ou menos a mesma coisa, de pelo menos dar uma afrouxadinha no nó!

:*