Tuesday, June 09, 2009

de como uma coisa leva à outra (ou "de amar mais")

aprendi nesse finde que ver quem a gente ama sofrer dói mais do que quando a gente sofre.

dói quando a gente não pode engolir nossas amigas, nossos amores, e poupá-los dessas coisa aí, dessas coisa morgada da vida.

quando o rafa foi dançar no outro andar a angústia não era outra senão a de não estar por perto. quando oris foi pro céu eu senti igual. a lonjura é uma des-doçura.

e pensando nisso tudo entendi: é por isso que não conto a quem amo o que um dia aconteceu. ninguém vai poder me engolir e eu não quero que a dor da impotência seja sentida pelos meus.



é massa esse entendimento.

10 comments:

Paula said...

(...)é por isso que não conto a quem amo o que um dia aconteceu. ninguém vai poder me engolir e eu não quero que a dor da impotência seja sentida pelos meus.

*

Estou aqui, fumando e refletindo sobre isso...

Um beijo.

vodca barata said...

quando chegar a alguma conclusão, share with us.

beijo também.

Cissa said...

Estou aqui, fumando e refletindo sobre isso...

[2]

Márcia Mesquita said...

aff........
ivo, tive que usar sua foto de novo, no meu blogo
beyjas

Pâmela said...

vc é uma rainha.

vodca barata said...

amigas, obrigada pela companhia
:*

Déa Paulino said...

Eu acho que ter quem se importe com as suas dores já é um presente, mesmo que você não compartilhe todos os sofrimentos com essas pessoas.
Adoro vir aqui, faz tempo.
Um beijo!

Bruno Silva said...

Eu não estou fumando, mas estou aqui, refletindo sobre isso. hehe

Beijo.
Bruno Silva
http://www.ladobdocassete.com.br

Tata*.* said...

Perfeito ...

Alan said...

que coisa tu me fez pensar! a coisa mais profunda que eu ouvi/li em muito tempo.

menina linda!

bjs

gigi