Sunday, September 27, 2009

130. uma carta que nunca será lida

meu amor,

queria poder devolver pra voce um quinto do que voce me deu. um pouquinho so, que seja, que fosse. como nao sei, e como nao consigo, e como nao eh possivel, comprei pra voce esse livro de eduard munch - a 12 euros na livraria aqui do lado!

tu me dissesse uma vez que eu te apresentei aa luz. eu te digo que tu me apresentou a mim mesma. brigada.

tu me dissesse uma vez que esse nosso encontro aconteceu muitas e muitas vezes antes mesmo da gente se conhecer, e que ele acontera muitas e muitas vezes e de novo e de novo. eh nietzsche, tu me explicasse. eu gosto de nietzsche, agora.

eu gosto de tu, também.

entao eu fico feliz de saber que todas essas manhas em que acordei com teu cabelao espalhado em meu rosto; e todas as vezes que tu fez macarrao de microondas pra mim; e todas as vezes que a gente ficou lendo noticias ridiculas no jornal, na grama; e todas as garrafas de vinho que a gente bebeu; e todas os beijos; e todos os campeonatos de staring at each other eyes que eu sempre perdi porque tu ficava zarolho e me fazia gargalhar e perder; todas as aulas de alemao que tu me deu; todos os jogos de futebol que a gente viu no computador; todas as vezes que tu riu do pelelo; que tu deixou eu te amar; todas as vezes que tu disse que ama; todas as vezes em que viajei e voltei e tu foi me buscar na estacao de trem com os mesmos olhos cor de rio que eu amo tanto...

... vao acontecer de novo. e de novo. em algum lugar. dentro de mim. dentro de tu. e no universo inteiro.


entao eu sugiro o recomeco agora mesmo: "hi. where are you from?"

30 comments:

Sil Nascimento said...

A carta esta tão linda que até dói, só de imaginar a sua partida. Mas, também dá um exemplo lindo de como a vida não para e que aquilo que é verdadeiro não há continente que separe. Parabéns! Você está cada dia escrevendo melhor, e olha que eu já lhe acompanha há muito tempo e sempre gostei do jeito que você escreve. Mesmo sem "fotos" quem acompanhou sua viagem, mesmo sem a conhecer, viveu um pouquinho de tudo isso e tenho certeza, sempre torceu por você e um digno "happy end". Beijos e boa sorte sempre

Natalia Venturini Pessutti said...

Tô chorando aqui. Não aguento isso não. Boa sorte!

Imira said...

Ivi, venho aqui diariamente, leio cada post com carinho, torci que essa viagem não tivesse fim. To lendo "Comer..." por sua causa. O oceno atlântico, atualmente, também me separa do meu amor. É, essa carta deu muita vontade de chorar. Um beijo.

Carol said...

que trem mais 'bunito', moça...

sabe aquela história de sentir no coração do outro? Pois é. E o coração fica pequenininho, pequeninho...ah nemm...

Fernanda Lino said...

lindo, lindo, lindo, lindo, lindo!

senhorita sartori said...

eu amo a Ivi!
prontofalei

Camila said...

ai, Ivi, que lindo!

luísa. said...

emais, menina. nessas horas a gente tem que lembrar do quanto vale ter vivido as coisas, né? da sorte que temos pela incrível oportunidade de experienciar essas coisas especiais, mesmo que a vida mexa um pouco nos nossos caminhos...

já tás voltando pro Brasil mesmo?
Sevilla é linda, linda :)

um beijo

Morocha said...

quanto amor... até derreteu meu coraçãozinho saudoso de tu.

Catarina said...

ai, ai...

Rô Zashocke said...

ai amiga! me fez chorar um tiquinho! beijos

André said...

vou parar de ler este blogue. se pelo menos eu tivesse aprendido a chorar, não ficava assim com este nó na garganta que dói pra caralho.

"rio" é uma das cores mais lindas que alguém pode imaginar.

André said...

menti.
eu vou continuar a ler este blogue.

porque insisto em concordar com vinícius: "amor só é bom se doer"

na dúvida, pergunte pro seu orixá.

Alessandra - Lain said...

Olá, querida! é isso. Você aproveitou e vai continuar aproveitando tudo isso de maneira diferente. bjs

Paula said...

Ivi, querida!

Depois de te ler, dei um choradinha do lado de cá desse mar todo, lembrei de certas coisas e sei bem o que tu deve estar passando...

Espero que num logo mais haja outros encontros com esse seu amor. Desejo muita felicidade para tu. Um coração tranquilo é tão bonito...

Mil cheiros.

Analine Araújo de Andrade said...

Ahh Ivi...Não sei choro para vc ficar ou para vc voltar, chorando! Aii aiii

just kidding said...

linda demais. palavras costuradas com a simplicidade de quem sabe fazer com o mínimo, o máximo.

se apegue à beleza desse encontro, ivi linda! no final, dá tudo certo.

Joli a.k.a. Juliana said...

ai ami.
isso tudo é tão triste, mas no fundo eu tou feliz. Primeiro porque tu agora tem um grande amor e eu esperei muito pra te ver com essa alegria no coração, e segundo porque esse grande amor vai te motivar a vir de vez em quando pro lado de cá do atlântico!! heiheihuihai (como sou egoísta, eu sei. hihihihi)
voltasse já?

Daniela Moura said...

Eu sei EXATAMENTE o que você tá sentindo agora... Que o melhor venha prá vc. Vc merece!

PS: E concordo com o André: estou com o mesmo nó na garganta, pq você falou muitas coisas que eu digo em pensamento todos os dias pro meu amore que tá dando um tempo da nossa história. Ai, Ivi... Sorte prá nós e prá todas e todos que estão passando ou vão passar por este momento. Que venha o melhor prá todos nós e que os anjos digam amém!

Fernanda said...

Que lindo. Sem palavras.

Diogo Ferreira said...

iviii
vc ainda vem em lisboa?
deixa eu te dar um abraço?

Alan said...

Ahhh morri com essa carta! e nunca mais vou conseguir nascer de novo.

que triste! se eu te conhecesse pessoalmente e tivesse a liberdade de falar contigo o que eu falaria pra qq outra amiga, eu perguntaria 'por que tu voltas? por que tu não fica por aí?'

tô chorando sangue com isso.

o dia em que eu comecei a ler teu blog foi justamente quando tu começou a viagem, e foi, pra mim, como o show de truman, que a gente torce pra ele sair do set e viver a vida dele. eu ficava torcendo a cada nova descoberta pra tu ser mais e mais feliz. e agora essa carta. desculpe a 'inconveniência' de te tratar como uma amiga que eu vejo cara a cara, mas 'por que tu voltas?'

Gigi

priscilla said...

ivy, como muita gente que está aqui neste momento, leia "está" como "está aqui, todos os dias entrando no seu blog só pra dar uma espiada nas suas novidades"... enfim, assim como todos os outros, eu estou acompanhando a sua história que é também um pouco da minha, mas isso depois eu conto.
eu tenho tanta coisa pra te falar, mas não dá aqui. vou escolher uma estratégia baranga: dar conselho sobre o que não se deve fazer. NÃO DEIXE DE CONTINUAR VIVENDO, DE VIVER E VIVER TUDO, entende o significado de TUDO? NÃO ESPERE ACONTECER! NÃO "SE" ESPERE! NÃO SE CONTENTE EM VOLTAR, NÃO SE CONTENTE EM SE CONFORMAR! NÃO PENSE QUE AS COISAS SÃO IMPOSSÍVEIS! NÃO PENSE QUE VC SERÁ MULHERZINHA DEMAIS EM FICAR, NEM EM ESPERAR!

enfim ivy, sonhe - eu sei que é foda, MAS SONHE! SE PERMITA! MEREÇA! AGORA - não é amanhã e não é talvez, é AGORA E É FATO! SEJA FELIZ!

vc fala e sente por todos nós.
beijos e tuudo de bom.

Mafalda said...

ivi, tu é uma linda que merece tudo de melhor.

Fernanda said...

Caralho! desculpe o palavrão, mas foi a primeira palavra q saiu da minha boca qdo li isso tudo..e uma lágrima correu no meu rosto..vc escreve mto bem..sempre leio, mas nunca comentava!
sucesso garota!
bjosss

Patricia Cardoso said...

Ivi, me passa seu endereco? quero te mandar um presentinho..
Patricia (patricia.casan@gmail.com)

Luciene Vieira said...

"Devia ser proibido
Uma saudade tão má
De uma pessoa tão boa
Falar, gritar, reclamar
Se a nossa voz não ecoa
Dizer não vou mais voltar
Sumir pelo mundo afora
Alguém com tudo pra dar
Tirar o seu corpo fora
Devia ser proibido
Estar do lado de cá
Enquanto a lembrança voa
Reviver, ter que lembrar
E calar por mais que doa
Chorar, não mais respirar (ar)
Dizer adeus, ir embora
Você partir e ficar
Pra outra vida, outra hora
Devia ser proibido..."

Letra da canção (inédita) "Devia ser Proibido", de Itamar Assumpção e Alice Ruiz, na Folha de São Paulo de hoje, 29/09.

Fine little drops said...

ivi querida, o que tiver que será. enquanto isso, vai curtindo à distância. qdo vc aprende a curtir, ai você realmente se sente leve e livre, mesmo em situações extremas como esta... anyway, it´s life!
bjos bonita! =*

ps. e por sinal, carta linda linda! ps2. sucesso na volta!

Gabriel said...

Lindo. Mesmo.

João said...
This comment has been removed by the author.