Friday, May 28, 2010

da aceitação das coisas



*

hoje carlois ligou para mim e perguntou:

e aí, cadê tu?

e eu respondi:

o melhor do isolamento é a sensação de que todo dia a vida começou hoje.

§

hoje encontrei com a grande karina buhr no meio da teodoro sampaio e ela perguntou:

e aí, cadê tu?

e eu respondi:

não saio mais, tenho síndrome do pânico.

§

hoje levei o resultado dos meus exames semestrais para minha ginecologista.

hiv, sífilis, hepatite.
negativo, negativo, negativo.

mas: um cisto no ovário.

vou morrer?, perguntei.

ela olhou para mim e disse:
vai, claro. um dia. de alguma coisa. vá se acostumando.

§

* em bahía blanca, horacio me levou para um rolê na periferia da cidade. parecia o texas.








ps: nem choro mais.

3 comments:

Mari said...

Ah Ivi, eu não te conheço, mas vc foi tantas vezes a doçura nos meus dias que eu queria fazer diferença pra vc também.

:)

Erianne F. said...

"mas eu nem sei negociar, só sei tocar meu tamborzinho e olhe lá!"
Karina Buhr

cisto no óvario não é o que dá espinha?

Karoline said...

Ah Ivi, eu não te conheço, mas vc foi tantas vezes a doçura nos meus dias [2]. Não vou fazer a diferença agora, por que a garota já fez e enfim, só tive vontade de falar isso. Dois beijos pra você :* :*