Tuesday, February 15, 2011

auto-consciente

na linha de trem, o ratinho era menor do que maca véia seca e mordida. mas ele queria a maca, todos temos o direito de ter mau gosto. quantas vezes nao ficamos obcecados com algum bofe seco e mordido, nao é mesmo?

por que haveria eu de julgar o rato?

e la estava ele, na linha de trem, lutando pra arrastá-la. de repente o rato desistiu e saiu correndo, sem maca.

é que o trem vinha chegando e ele preferiu nao ser esmagado.

se fosse eu tinha ficado.

8 comments:

Fernando Luna, Serena e Radija said...

- que bom que vc escreve!
- que bom que vc continua a escrever daí!
- Sorte Chica, como dizem os agentinos!
- Te acompanhamos de cá!

ass.
um de seus leitores,
fernando luna rangel

Gabriela Galvão said...

Neim, vai q ñ morre, fica estrupiado? Me borro tda.

Mayra said...

Fosse eu nem tinha visto a porra do trem. Amei isso aqui. Identificação total.

Marília Ribeiro said...

Eu também. E nem sei o porquê.

Dandara said...

a gente fica na insistência e é esmagado depois.

Mel Audi said...

eu também

M. Mansfield said...

Senso de sobrevivência!

Valéria Pedrochi said...

que lindo!