Tuesday, April 10, 2012

quando as maos suam frio

eu mesma nao sabia, mas existe. existe sim uma sensacao mais poderosa do que aquela que faz suarem minhas maos, quando vejo meu homem - mesmo depois de tanto tempo, eu ainda scaneio o contorno azul escuro do azul claro dos olhos, e o brilho dos cachos, e os dentes amarelos.

mas mais do que isso, e eu mesma nao sabia e já falei, existe uma sensacao mais poderosa. é aquela que te toma quando se está no comeco de um novo trabalho, em que você duvida que vai conseguir contar aquela história ou criar seu próprio conto aumentando um ponto. você tem ali alguém que generosamente disse "vai, demônia, fotografa", e você sabe que aquilo é o que você mais quer, engolir aquela pessoa é o que você mais deseja. mas é claro, como qualquer autor, a pena seca, a palavra nao chega, e você fica com a câmera colada na cara, a ver belos navios.

entao as maos suam frio, e nao é por ele, meu homem, mas pela incapacidade e ao mesmo tempo fascínio diante de algo que é puro mistério.

e por mais que nao seja nada gostosinho duvidar de si próprio, é uma forca incontrolável.

esse é um retrato de grete, minha nova musa incompreensível, e eu estou apaixonada por ela.

2 comments:

Dandara said...

é dona grete stern é, aive?

Clarissa said...

Lindo!
Boa sorte, ami.

:*