Thursday, August 15, 2013

a capricho e tal da mina "pra ficar"

tudo começou com esse post do meu amigo schneider no seu facebook:



olha, essa que existem minas "pra ficar" e minas "pra namorar" é um absurdo e uma violência e uma irresponsabilidade em si. mas vamos a outro ponto: tem revista "pra ficar" e revista que "podia ir embora". e a capricho faz parte do último grupo.

eu fui assinante da capricho nos anos 90 e, se não fosse a revista, eu não ia saber que masturbação é normal e que tem que segurar a ponta da camisinha pra não estourar. não somente isso, a revista incentivava a perder a vergonha de comprar preservativo!



minha tímida mãe não conversava comigo sobre isso, e a (pouca) educação sexual que recebi veio da publicação. pois qual não foi minha triste surpresa e indignação, hoje, ao ver pipocar no face essa matéria publicada no site da revista, em que o sujeito divide as mina entre "pra ficar" e "pra namorar".

o pior não foi isso. foi que a revista apagou o post. aí eu fui lá no facebook deles perguntar que caralho era aquilo, mas ninguém me respondeu:



e pior do que apagar o post, foi o mea culpa safado que a capricho publicou em seu twitter:

CAPRICHO @CAPRICHO 1h Sabemos que é papel da CAPRICHO fazer com que as garotas sintam-se valorizadas acima de tudo. Vocês têm toda razão: tiramos o post do ar. Expand
CAPRICHO @CAPRICHO 1h Agora queremos ouvir a opinião de vocês: você acha que a CAPRICHO não deveria ter publicado a opinião do Márcio? Expand
CAPRICHO @CAPRICHO 1h ...não quer dizer que a CAPRICHO compactue com todas as opiniões expostas no blog. Expand
CAPRICHO @CAPRICHO 1h O blog Garotos Contam é um espaço em que os meninos têm liberdade absoluta pra dizer o que eles pensam, sem nenhum tipo de censura...



ah tá. a culpa é do colunista. mas essa matéria, de 2011, foi escrita por uma mina, e não me parece que foi coluna, e sim por alguém do corpo de colaboradores. aí fui no facebook da revista perguntar então qual é a deles:




essa pergunta eles até que responderam, mas uma resposta tão vergonhosa que era melhor se não tivessem dito nada:



 a capricho se abstém da responsabilidade social que toda publicação destinada a menores de idade deveria ter e, mais estupidamente ainda, ignora uma coisa muito básica no jornalismo, que é a linha editorial: todo veículo tem a sua. a da capricho me parece questionável.

muito embora a matéria de 2011 tenha sido escrita "inteira de opiniões dos meninos", é papel da revista no mínimo debater essas "opiniões", esse conceitos prontos, que a molecada repete sem nem pensar, só porque eles ouvem isso desde pequenos, e as meninas idem.

capricho, que lixo.

8 comments:

raquel said...

PUTA QUE PARIU! Desrepeito e irresponsabilidade. Nem acreditei quando me deparei com essa merda hoje.
http://www.ninalemos.com.br/2013/08/14/menina-para-ficar-menina-para-namorar-um-texto-com-sangue-nos-zoio/

raquel said...

http://www.cartacapital.com.br/blogs/feminismo-pra-que/nao-e-exagero-6648.html

Ive Cristina de Andrade said...

e fica ainda pior http://capricho.abril.com.br/blogs/sexo/fiquei-com-vergonha-de-dizer-nao/?fb_comment_id=fbc_10151077264241141_28008670_10151748662566141#f18dd09584

laisgcg said...

Eu não entendo esse negócio de nego declarar que existem tipos "pra pegá", tipos pra casar e essas classificações meio que de reino animal. Existem pessoas que eu não me relacionaria jamais simplesmente por ter a certeza de q não daria certo, mas daí vir e dizer que existem pessoas com as quais vc pode fazer de tudo menos respeitar e que existem pessoas que vc pode fingir respeitar - digo fingir pq uma pessoa que opta a ver as outras assim, na verdade nem a si mesmo se respeita - é bem baixo nível e apenas confirma a porcaria de mentalidade de hj.

Tô me achando bem satisfeita por, em 19 primaveras de vida, nunca ter aberto uma Capricho.

Ingrid Gomes said...

Não sei oque é pior, esse comportamentozinho machista em pleno 2013, a cara de babaquinha wannabe do moleque que de mulher não entende picas ouuuuu a revista fazendo mea culpa e tirando o corpo-fora.

Lamentável. =(

querido diário said...

Também li a Capricho durante toda a minha adolescência e adorava e agora realmente...que merda dar cobertura a rapazes que definem o que é uma 'menina para namorar ou para ficar' 0_O

Inara Rosas said...

e você viu a do estupro? achei ainda mais chocante! Tou aqui de cara

http://capricho.abril.com.br/blogs/sexo/fiquei-com-vergonha-de-dizer-nao/?fb_comment_id=fbc_10151077264241141_28008670_10151748662566141#f293aa418

ico.matias said...

Amor (é o ico), depois dá uma olhada nesse vídeo da casa TPM (que aconteceu nesse finald e semana): http://revistatpm.uol.com.br/blogs/casatpm/2013/08/18/casa-tpm-2013-urgencia.html nos últimos 15min (acho) elas levantam essa questão da revista capricho (citando, uma revista Juvenil). Aliás, o video inteiro é legal, se tiver saco pra ver, rs

Beijos