Saturday, February 20, 2010

pauta da semana: o silêncio

acho que vocês perceberam que estou ausente e azeda.

é importante aceitar e assumir o estado de espírito, né? eu acho...

tenho conversado pouco. escrito pouco - abandonei o vodca e o minas de ouro.

e pensado pouco, também, o que é uma pena. estou numa fase de burrice emocional de dar ódio.

eu só fico aqui, sentindo essas coisas ruins, sem colocar nenhuma didática nesse momento.

deve ter lição no não-aprendizado, também.

eu tenho pensado muito em como a gente polui o mundo com um milhão de palavras muitas vezes desnecassárias, inspirando as pessoas erradamente, só porque a gente não se cala.

eu mesma, tenho dois blogs, um twitter, um flickr... que mania de dizer o que penso o tempo todo! por que eu não fico calada um pouco? por que a gente tuita que vai tomar banho? quem quer saber? para quê pesar o mundo com tanta falação?

vocês me entendem?

tem uma música de amália rodrigues, minha nova christina (aliás, ela lança em março, graças a deus, preciso da minha babá aguilera de volta), que chama "interior triste" e que diz:

silêncio é algo divino.












§

leitorinhas fofas que escreveram mandando amor: eu vou responder cada uma. só preciso de uns dias :*

14 comments:

Nathalia said...

Vc descreveu o meu momento, também! Obrigada por isso!

Vc fica remoendo os sentimentos ruins e procurando mil culpados. Você, o seu ego, a sua carência, o outro, a terceira pessoa, a felicidade de fulano que não é justa... É tudo negativo e não leva a nenhum processo de crescimento espiritual, aliás, vc fica cada vez mais longe de madre teresa de calcutá.
Vai ver é só um processo de autoconhecimento. Daqueles de enxergar o que ninguém gosta de ver.

Tata*.* said...

Ivi todo mundo precisa de um tempo pra si próprio.
Venho todos os dias aqui pra ler seus pensamentos, e faço isso por que gosto de ti, das suas idéias, me emociono com seus sentimentos, e me inspiro sim em vc por tudo isso, e por escolha tbm, poderiamos não ler se não fosse bom pra gente.
Fica em paz, que Deus cuide de seu coração .

Loki The Trickster said...

Acho que entendo. O mais difícil não aprender a como lidar com os outros, mas sim a como lidar consigo mesmo, ou seja, a estar só.

:*

Stephanie said...

Silêncio é bom e tem horas que causticante. Estou na mesma situação onde escrevo menos, passo por situações e não penso e é pesado pra cacete.

Mariane Castro said...

Acho saudavel passar por uma fase assim. não deixa de ser um crescimento pessoal, mais vai passar e vc vai se sentir bem melhor e bem mais criativa. Isso é fato! beijas!

Pí Ême. said...

Vai ficar tudo bem. Queria aprender a ficar silenciosa por uns tempos. É árduo demais...

fine little drops said...

não há nada de errado no silêncio, muito menos na 'burrice emocional'. tudo isso é necessário tbm, eu acho. força bonita! bjos! =*

Jowzinha said...

Estarei esperando a resposta, afinal te mandei um email pq gosto da maneira q vc aborda suas sensações e queria conversar com vc justamente isso...
Axo q uma estudante de Filosofia pode te ajudar!!!

=**, Jowzinha

Fernanda said...

Ivi! O silêncio é construtivo, sim, sem dúvida.
Às vezes acho que a gente precisa mesmo de um tempo off, ou a cabeça e o coração fundem.
Que seja um período de muito autoconhecimento para ti, tenho certeza que sairás dele renovada.
Beijos com carinho,
Fernanda

Carol said...

ivi, e meu silêncio também...por outros motivos e pelos mesmos. Desculpe-me. Querida, agora tô em terras brazucas, já imaginas né?

Ivi, tem hora que todo mundo se sente burro mesmo. Faz parte, acho que é até saudável. Equilíbrio é o mote.

Aquela estória: na hora que vc desabrochar de novo pode ser até mais bacana. novas idéias, novos olhares... e se quiser quebrar o silêncio vem me visitar em Vitória, tá?

Eu ainda tô me instalando, tempo ocioso não existe no meu vocabulário, tá uma loucura. e não tive tempo de sentir nada direito...afff! Conversamos depois com mais calma, tá?
Beijo grande e um abraço bem apertado!

Carol do Stefan

livoca said...

silêncio é divino!
achei fantástico seu texto!
adoro o blog, acompanho sempre,
qualé seu twitter?

senhorita sartori said...

eu gosto de ti como uma amiga querida!
de verdade

Dani said...

Todo mundo precisa de um tempo... Por que com você seria diferente?

Fica tranquila.

Beijos, luz e sorte!

Dani.

siii! said...

eu não vou nem ler o que o povo escreveu pra não correr o risco de ter mais uma penca de coisa com o que concordar.

eu te gosto, fia. é um fato. e torço por ti.

e não to falando de babação de ovo, não. nunca te vi, nunca te olhei, mas parece-me que somos velhas conhecidas. se a minha melhor amiga escrevesse em um blog, ou ainda escrevesse ou mais, se ela, em algum momento da vida tivesse escrito, ela o faria como tu.

assim, acho que tu seria ela, também.

talvez por isso eu te goste de uma forma tão querida que me entristece te ver triste e me faço feliz quando sei que tu está.

minha avó sempre dizia que quando a gente gosta, a gente gosta, não dá muito pra explicar. 'mas pra quê diacho explicar, se o que a gente tá falando aqui é de sentir'. enfim. sabida a minha veinha.

ó. como já disse, torço por ti. e ainda vou te convidar a fotografar meu casamento. isso quando me casar. mas só se tu fizer aquele penteado abafante da foto com dudu. e só se tu for com armin. pq meu pai vai amar tentar falar alemão com alguém alemão de verdade.

;)

muita luz, fia. e fica bem.