Thursday, May 20, 2010

quando a insistência falha

armin tem longos cabelos castanhos claros, que ficam mais claros nas pontas, onde fazem voltas.

armin tem longos braços castanhos claros. ele tem a perna direita torta e teve que trocar o futebol pelo tênis de mesa. ele tem 40 dedos, 20 nos pés, 20 nas mãos. eu contei cada linha das juntas dos dedos, com profundo interesse.

armin tem um queixo de bárbaro, com uma curva perfeita, que dura um segundo, entre o fim do lábio inferior e a colina do queixo. desenhei o perfil da curva várias vezes, para frente e para trás, com meu dedo indicador, no rosto dele.

§

engano #1
eu coloquei todo o interesse da minha existência em cima desse outro. anotei telefones, mandei emails, escrevi cartas de motivação, gastei dinheiro. desenhei com meu esquadro mental o caminho perfeito e sem quebra-molas entre mim e ele. ah, eu inspirei várias vezes, também.

pausa.

(quando ele levantava de manhã tinha uma marca no travesseiro porque a cabeça dele é grande de alemão do sul, e pesa. quantas vezes, enquanto ele tomava banho, eu encaixei minha cabeça naquela reetrância, bem devagar, porque sim, porque eu podia, porque ele esteve ali cinco segundos antes de dizer guten morgen meine ivi, perguntar que horas são, e sempre era tarde demais, levantar desesperado com o lençol enrolado no pé e chegar aos trancos e barrancos no banheiro).

§

engano #2
eu mesma já não sei a honestidade da minha motivação: se eu fosse um marinheiro, eu ia fazer o quê com esse navio, indo na direção dele, sem tripulação, sem âncora, sem bússola?

§

engano #3
tem essa estrada que peguei, quando esse homem fazia sentido. e agora eu olho para trás e olho para frente e não faço mais a menor ideia de onde estou.

§





minha insistência perdeu a força e desistiu.

20 comments:

Tassia said...

Ai, minha insistência também está quase desistindo :(
Odeio quando as coisas param de fazer sentido.

Pri said...

Ah não ivi =/

Naima said...

cacete adelaide!

Mafalda said...

poxa, torci tanto.

Pâmela said...

entre eu e o meu tem 2 oceanos e um continente, mas ainda não tou pronta pra desistir, falta a tua coragem.

Dani Mansur said...

Li hoje no meu amado "HOje vou assim" e achei q tem tudo a ver com seu texto "Num impulso, aprendi a perder. E a desistir – que é tão nobre quando caminhar em busca de algo maior"

Ivi, não te conheço, mas aprendi a gostar de tú de uma maneira! Sem mais.

Cris said...

Ele tem 40 dedos???? Como?????

vodca barata said...

pois é, pra mim ele tem.

Ex-coisas da Maionese said...

Lindo...

Mari Maciel said...

transformation from pain to power!!! onde liga o botão?

Natalia Venturini Pessutti said...

Ah não!!! Não pode ser!!! Isso só tem sentido quando vc quer desistir... Vc quer? Ou vai ficar pensando quando velhinha em tudo o que não foi, mas poderia ter sido? É triste demais, Ivi. Torço tanto por vcs!!!

Vanessa Negrão said...

caiu uma lagriminha aqui.

toma um abraço.

Mafalda said...

Ivi, sua história me lembrou o filme "Antes do Amanhecer".

cafeiina said...

from pain to power! avante!
das escolhas.


da força.
um beijo ivi!

cafeiina said...
This comment has been removed by the author.
Sil Nascimento said...

Sempre me pergunto se o coração de uma mulher brasileira, tão intenso, passional consegue aguentar o coração germânico, que sim é bem mais controlado e racional. Além disso, alguem disse: Mulheres são de Vênus e Homens são de Marte... nessas horas, só consigo lembrar daquelas frases que sempre se houve: o que é do homem, o bicho não come.. nada como um dia após o outro.. o mundo dá voltas.. tudo tem seu tempo. Assim, sofra o que tem pra sofrer, depois levante, sacuda a poeria e bora ser feliz! Porque alguem que emociona tanta gente através do seu trabalho e de belos posts merece muito encontrar a felicidade e equilibrio, venha ela acompanhada de um alemão de 40 dedos ou não...Bjs

Tassia said...

Uma amiga tuitou e eutive que voltar aqui pra colar o que ela disse:

Quando algo demora muito, é porque precisa ser valorizado ou porque simplesmente não é pra ser?

Como classificar o que não é pra acontecer por estar difícil, e o que é que está difícil mas vale a pena lutar pra conseguir?

Patricia Cardoso said...

=/

bainhadefitacrepe said...

que coincidência, acabei de ler isso:

"it's hard to wait around for something you know might never happen; but it's even harder to give up when you know it's everything you want"

entendo...

Pí Ême. said...

é uma porra isso e eu não sei te dizer nada além dessa frase.

beijo e força.