Wednesday, October 13, 2010

por que virou feio ser feminista?

por que feminista virou, no brasil, sinônimo de sapatão? (como se ser sapatão fosse feio, como se ser feminista fosse feio).

como se bonito fosse ser machista.

eu sou feminista,
não sou sapatão,
e seria se quisesse.

não vejo necessidade em ser feminista na noruega, um dos países que mais respeita os direitos humanos. mas no brasil, TEM QUE SER. tem que se falar sobre isso.

a não ser, claro, que você seja uma dos milhões de brasileirass que acha bem-feito que uma menina que usa shortinho seja estuprada; que acha que uma mulher apanha porque não se dá respeito (como acha a hipopótama cerebral da isabeli fontana); que acha que votar em serra é melhor porque "uma mulher, infelizmente, não tem o mesmo vigor do que um homem para governar um país".

(se você se encaixa numa dessas descrições, favor não voltar a visitar este blog).

eu tenho lido tanta coisa que sai na imprensa, sobre essas eleições, que me dão uma tristeza... e eu me pergunto o que mulheres como susan sontag, angela davis, simone beauvoir e tantas outras incríveis diriam do brasil.

a campanha presidencial por aqui transcederu as questões políticas e virou basicamente um debate de gênero, no qual o foco das discussões é a porra da legalização do aborto. parece uma briguinha de comadres. sim, esse é um assunto URGENTE a ser discutido nesse país (que, em termos de políticas públicas para as mulheres, ainda está na idade média (nem me venham falar da lei maria da penha, porque não adianta criar uma lei sem fiscalizar sua aplicação, nem adianta criar essa merda, se o judiciário ainda pensa como pensava na época das capitanias hereditárias).

mas esta é uma campanha presidencial, caralho, e eu GOSTARIA MUITO de ver outros tópicos serem discutidos.


decidi falar sobre isso aqui no vodca, finalmente, porque li esse artigo da carta capital e FIQUEI COM NOJO da mulher de serra, essa idiota completa que, apesar de ter estudado, parece ter esquecido que séculos atrás, mulheres como ela, que estudavam e gostavam de ler, era consideradas tão subversivas, tão bruxas, tão erradas, quanto às mulheres pro-choice que agora ela ataca.

Tanto o comportamento da mulher-laranja, que ocupa o lugar do marido ficha-suja, como o da mulher que assume a estratégia mais rasteira da campanha para deixar a figura do esposo imaculada me parecem igualmente desprezíveis. Weslian e Monica encarnam a perfeita antítese dos quase 50 anos de movimento feminista no mundo. Quem diria? Em pleno século 21, após tantas lutas e conquistas, surgem do nada duas mulheres sem brilho próprio para impor, em Brasília e no Brasil, uma moral arcaica, retrógrada, em que aborto não é um problema de saúde pública, mas religioso.
(trecho do artigo, escrito por cynara menezes).


o problema não é ter serra candidato. o problema é o tipo de brasileiro que ele é e o tipo de brasileiro que ele representa: o tipo que simplesmente não gosta da mulher.

22 comments:

Sabrina Mix said...

Ai, Ivy!

Tocou fundo, viu?! Mais fundo do que a porr@ da cólica que eu estou sentindo hoje.

Beijos e sucesso!!!

MEU BLOG: http://www.sabrinamix.com

Amanda Leocádio said...

*-* Atualmente, nesse Brasil cretinamente preconceituoso, as mulheres AINDA não conseguem mostrar como são iguais (e melhores *feminista*) que os homens. Mas o pior de tudo isso é que não existem apenas homens machistas, mas também MULHERES, que aceitam ser rebaixadas. Eu sou feminista, não sou sapatão, e acho que o mínimo que uma mulher deve fazer é se respeitar! Adorei o seu texto e o seu blog :) Te linkei, linka de volta? Beijos!

Lia said...

tava matutando sobre essa matéria e tantas bobagens que tenho lido nas redes sociais...com tanta liberdade de expressão, parece que abriram as portas pro inferno. tanta bobagem dita e tantos ouvidos atentos pra elas. aiai. foi ótimo vir aqui e ver que dividimos o mesmo pensamento. :) sou sua fã! beijocas!!

Loki The Trickster said...

Só para ser chato: na idade média havia divórcio sem separação prévia, coisa que no Brasil só foi aprovado em 2010. Idade Média não é genérico para trevas e atraso! :P

Miss X said...

Post master foda! Parabéns!
Até q enfim li algo decente sobre o assunto...

Natalia Venturini Pessutti said...

Oi Ivi, tô cansada dessa eleição, pra mim tá parecendo mais um circo de horror, e não sei quem é pior, Serra ou Dilma. Infelizmente assuntos importantes como educação e cultura não são abordados nos debates, eles só falam sobre privatização e aborto. É uma pena!!! Bom mesmo seria se a Marina tivesse ganho, mas isso ainda é utopia... Beijos querida!!!

Carlinha said...

Yupi! Ihuuu....

Tassia said...

Não sou feminista, mas também não sou machista, e ainda assim concordo com tudo que vc disse.
Não tem nada mais BABACA que discutir aptidão por sexo, cor, raça, religião... Como quando o Obama foi eleito e todo mundo se comoveu pq ele era negro. A vitória devia estar em ele parecer ser alguém que estava afim de tirar os Estados Unidos do buraco, não na cor da pele dele, mas o preconceito é tão absurdo lá que só o que se conseguia enxergar é que um negro chegou a presidência.
Assim como não voto na Dilm,a mas isso nada tem a ver com ela ser mulher, pq votei na Marina no 1º turno.
Eu odeio gente sendo rotulada. Todo mundo devia ser igual e é muito patético que ainda não sejamos, pleno século XXI.

Lino said...

É por essas e outras que volto a afirmar que votaria em vc pra governar meu país. Eu não me senti representado em nenhum momento nessa eleição. Não fiquei surpreso. Os candidatos são uns frouxos e não conseguem, ou não podem sustentar o que é óbvio e, talvez, o que realmente pensam. As igrejas têm grande parte da culpa dessa alienação. O medo de perder votos é maior que o medo que pessoas morram fazendo abortos ilegais. É preciso ter muita coragem para assumir uma postura humana, que contradição!!! Dá vontade de mudar de país. E ainda nos obrigam a votar. Que nojo! Que preguiça! Quanto ao rótulo de feminista, machista e etc; não leve isso a sério. Rótulos são pra pessoas limitadas e você, com absoluta certeza, não é uma delas. bjão!

Jowzinha said...

E por isso cria um programinha idiota chamado Mãe Brasileira p iludir coitadas e
fica diariamente e todo o seu horário atacando a Dilma como se ela fosse a causa de todos os males do mundo!!!
Lembram como ele ficou qdomexeram com a filhinha dele???
Ridículo esse cara!!!

=**, Jowzinha

Deiah said...

Muito cansada disso tudo =S Mas ainda acredito no Brasil. Acho que somos um país novo e estamos engatinhando. A grande diferença é que todos os países velhos fizeram revoluções para chegar onde estão. E quando vamos nos levantar?
P.S.: você me inspira, Ivi.

Alice said...

Ivi,

adoro o seu blog e sou fiel a seus escritos já devem ter uns dois anos ou mais.

Li o texto da cynara na íntegra e é tendencioso, ela deveria ter economizado nos julgamentos.

Não voto na Dilma por ser machista ou feminista, mas por acha-la ditatorial, contra a liberdade de imprensa (mal do PT, assim como abafar os escandalos), pela falta de idéias-projetos proprios e por, definitivamente não me sentir representada por ela.
Não sei como é o milagre, mas há uma Dilma, que é bem articulada, engajada e preparada (fruto dos marqueteiros petistas:::) e há uma outra Dilma, a dos debates, que não vejo como preparada ou mesmo articulada.

Já escrevi demais, mas não acho que esse segundo turno está no rumo certo, ambos os candidatos se colocaram contra os gays e contra o aborto e deixam assuntos muito mais importantes, como reforma previdenciaria, trabalhista, educação, criação de empregos, saude e cultura na penumbra.

FiL said...

viu isso?

http://correiodobrasil.com.br/ex-alunas-de-monica-serra-confirmam-relato-sobre-aborto/186052/

Barba said...

obrigado por esse texto!

Anna Paula Teixeira said...

Primeiro, bom, gosto sempre de escrever que as suas fotos fazem a minha vida mais feliz. Acho legal dizer isso porque, talvez nem seja essa sua intenção, mas o momento que você escolheu registrar torna o meu dia melhor, e isso é uma vibe meio Pollyana meio Pequeno Príncipe, eu sei, mas às vezes a gente precisa. Não, vou refazer essa frase, a gente sempre precisa, porque é melhor ser alegre que ser triste ( e eu acredito em Vinícius assim como acredito nos duendes).

Sobre o seu post do feminismo...

Sabe o que eu penso?

Tem dias que eu acordo de manhã e quero matar as criaturas que queimaram o sutiã, porque tudo o que eu queria era ser "do lar" ( isso porque eu não tenho marido e filho, rs). Mas aí um dia eu parei para analisar beeem a situação e cheguei a seguinte conclusão.

Sutiãs não foram queimados para que eu pudesse trabalhar fora.

Sutiãs foram queimados para que eu pudesse escolher.

Anna Paula Teixeira said...

Primeiro, bom, gosto sempre de escrever que as suas fotos fazem a minha vida mais feliz. Acho legal dizer isso porque, talvez nem seja essa sua intenção, mas o momento que você escolheu registrar torna o meu dia melhor, e isso é uma vibe meio Pollyana meio Pequeno Príncipe, eu sei, mas às vezes a gente precisa. Não, vou refazer essa frase, a gente sempre precisa, porque é melhor ser alegre que ser triste ( e eu acredito em Vinícius assim como acredito nos duendes).

Sobre o seu post do feminismo...

Sabe o que eu penso?

Tem dias que eu acordo de manhã e quero matar as criaturas que queimaram o sutiã, porque tudo o que eu queria era ser "do lar" ( isso porque eu não tenho marido e filho, rs). Mas aí um dia eu parei para analisar beeem a situação e cheguei a seguinte conclusão.

Sutiãs não foram queimados para que eu pudesse trabalhar fora.

Sutiãs foram queimados para que eu pudesse escolher.

vodca barata said...

Sutiãs não foram queimados para que eu pudesse trabalhar fora.

Sutiãs foram queimados para que eu pudesse escolher.



DEMAIS.

g0dkar - The Bastard Operator From Hell said...

Ia dizer algumas coisas duras sobre essa história de "ser feminista = ser sapatão". Discordo em parte. Resumindo meu argumento: hoje em dia ser feminista é uma coisa, "lutar pelos direitos da mulher" é outra.

E, na boa, vc ainda acredita em alguma coisa do Serra/Dilma? Como disse a meus amigos: "Entre a Dilma e o Serra, eu continuo votando [nome do meu candidato]." Só o que vi de ambos foi um atacando o outro... as propostas da Dilma é acabar com a falcatrua do Serra, e as do Serra acabar com as falcatruas da Dilma. Eleições assim me deixam triste. E o povo, onde entra?

E, por fim... pra mim a Dilma tem cara de Dilmão, independente do que for =P

("Eu achei que o Brasil ia ter uma presidente mulher. Só que a Marina perdeu!" - um amigo meu)

vodca barata said...

1. quem disse que eu voto na dilma?
2. quem disse que eu voto no serra?
3. qual o problema da dilma ser sapatão?
4. ninguém luta pelos direitos da mulher a não ser feministas. você luta?

beijos.

danna magno said...

Essa campanha está mais baixa do que a de 89.

Voto em Dilma. Não vou ficar aqui enumerando o que me desagrada no projeto do PSDB. O fato de alguns eleitores do Serra desqualificar o voto dos mais pobres, do nordeste, rir da possibilidade de ter uma mulher presidente, de distribuir santinhos e pagar telemarketing pra dizer que Dilma é a favor do aborto, mostra bem a cara de quem é o PSDB e alguns de seus eleitores.

Joanilson said...

muito bom o texto!
voto no Serra não pela Dilma em si, ou por gostar dele, votei na Marina no primeiro turno, mas não sou a favor da maneira de governar do PT nem sou tão favorável à do PSDB, mas entre os dois, o menos pior.

A questão do aborto vai muito além de religião, é questão não de saúde pública como dizem alguns, mas questão de direito. Precisamos focar nossa discussão não na ponta do iceberg, que é a realização do aborto, mas sim na prevenção da gravidez indesejada. Não quero entrar nesse mérito para não me extender muito, só queria dizer que para ser feminista as mulheres não precisam votar em outra mulher, só pelo fato de ser mulher, mas sim votar em pessoas, independente de ser homem ou mulher, pelas propostas, pelas ideias, não podemos focar nossa visão numa coisa só e esquecer todo o resto.

A minha esperança de mudança era a Marina, agora Serra ou Dilma, acho que vai ser um pouco menos pior com ele, mas não vai mudar muito, pois de que adianta darmos diplomas, sem darmos instrução? Darmos o 'dever' de votar sem entendermos o processo político e eleitoral?

@danna magno : O PT faz 3 eleições que faz golpe baixo, jogando um boato de privatizações no caso de uma vitória do PSDB para conseguir voto dos funcionários públicos. Enfim, é o sujo contra o mal lavado, independente de quem ganhar, quem perde é o Brasil.

N. Real said...

Meu Estado laico também foi pras cucuias.